O mistério dos 'Crop Circles' e a famosa 'Ley Line' que atravessa Inglaterra.

 

 

crop circle alien.jpg

 

 

 

    CROP CIRCLES são pictogramas com estranhos padrões que aparecem misteriosamente durante a noite nos campos de ceriais dos agricultores. Provocam perplexidade, curiosidade e intriga entre a imprensa e o público. Estas misteriosas formações surgem maioritariamente numa área específica perto de Avebury e Stonehenge, no sul da Inglaterra, locais coincidentemente místicos.

 

  Pesquisadores de todo o mundo visitam os Crop Circles com os seus detetores de campos magnéticos (EMF), equipamentos fotográficos e de vídeo e ainda entrevistam indivíduos da zona, na esperança de descobrir mais informações acerca do que  cria essas marcas indescritíveis e misteriosas nos campos de cereais. O fenómeno é um mistério que já inspirou inúmeros livros, blogs, grupos de fãs, pesquisadores (apelidados de "cereólogos") e até filmes de Hollywood.

   Apesar deste fenómeno andar a ser estudado há décadas, a questão permanece: Quem - ou o quê - está por trás do aparecimento dos Crop Circles?

 

 

  Se pensar em visitar um Crop Circle, saiba que o aparecimento destes misteriosos pictogramas surge com maior frequência entre Junho e Agosto. Nem todos os agricultores veêm com bons olhos estas formações nos seus campos de cereais e podem não permitir que trespassem as suas propriedades. Outros permitem visitas, no entanto existe um código de conduta que deve respeitar. Pode consultá-lo aqui: www.cropcircleconnector.com/anasazi/Crop-Circle-Etiquette.pdf

 

 

  No passado dia 16 de Julho de 2017, visitámos Avebury e coincidentemente tivemos a oportunidade de visitar e entrar no interior de um Crop Circle. Obtivemos permissão do agricultor para visitar e filmar com um drone. Eis o nosso pequeno filme montado para vocês:

 

 

 

 

 

 

   Curiosamente, Avebury é atravessado pela famosa 'Ley Line', a linha Michael Mary Ley, ou St. Michael Ley.

 

St michael ley.jpg

 

 'St. Michael Ley Line' é basicamente uma linha reta, um alinhamento que une diversos locais místicos pré-históricos, como:

 

  • The Hurlers - três círculos de pedra, ligados por um caminho de cascalho, alinhados de NNE a SSW, sugerindo uma orientação para o cinto de Orion no momento em que foram construídos, por volta de 1.500 aC.

 

  • Glastonbury Tor (igreja de St. Michaels) - está associado a Avalon, ao Rei Arthur, ao Santo Graal e ao cristianismo. 

 

  • Avebury - onde se encontra o maior 'Henge-circle' do mundo.

 

  • Waulads Bank - local onde se encontram 5 fontes de água naturais que alimentam o rio Lea. Diz a  lenda que foi este o lugar onde Lugh, o deus celta, bebeu e recebeu os seus poderes.

 

  • E muitos mais lugares significativos, todos eles alinhados nesta linha Ley St. Michael.

 

Existem diversas  linhas Ley por todo o globo terrestre. Estes alinhamentos de longa distância formam uma rede de linhas energéticas que circundam a Terra, a cujos cruzamentos se dá o nome de nós ou 'nodes' - os pontos energéticos mais fortes deste sistema energético planetário.

 

mapa ley lines.jpg

 

 

 

  A Grande Pirâmide de Gizé, as cabeças de pedra na Ilha de Páscoa, as pirâmides do sol e da lua no México, assim como diversos locais antigos místicos, igrejas, templos, 'henges' e locais de enterro foram construídos ao longo destas linhas Ley. Na verdade, já foram identificados mais de 4000 locais de significado histórico e espiritual  nesta grade de linhas Ley. Os irlandeses chamaram-lhes "caminhos de fadas". Os alemães chamavam-lhes "linhas sagradas". Os gregos chamavam-lhes "estradas sagradas de Hermes" e os chineses chamavam-lhes "correntes de dragões"...

 

 

 

 

.

.

Artigos relacionados:

.

publicado por odespertardoser às 21:52