'A TEMPESTADE ANTES DA CALMA' - NEALE DONALD WALSCH

 
 
 
 
´The Storm before the Calm' é o mais recente livro, lançado em Setembro de 2011, de Neale Donald Walsch, o famoso autor de 'Conversas com Deus'.
Segundo Neale, o livro ´The Storm before the Calm' é...:
"Uma explicação para a surpreendente reviravolta que estamos vendo em todo o nosso planeta agora..."
"Um plano simples, através do qual podemos impactar quer o nosso futuro pessoal quer o coletivo de uma forma extraordinariamente positiva."
"Uma mensagem que o vai deixar voar alto, cheio de esperança, e sentir-se capaz de lidar com todos os nossos amanhãs"

Através deste maravilhoso livro, Neale Donald Walsh, convida-nos a curar as nossas vidas e o nosso mundo, respondendo a 7 simples questões.

Numa recente entrevista, no passado dia 25 de Outubro, no programa de Jennifer Mc Lean - 'Healing with the Masters', Neale convida-nos a todos a reescrever a nossa história cultural. Como?

Respondendo às SETE QUESTÕES:

 

1ª Questão"Como é possível que aproximadamente 7 biliões de pessoas afirmem querer a mesma coisa e, ao mesmo tempo todas elas sejam incapazes de a produzir? Ou seja,  como é possível que na era da extraordinária tecnologia, numa era em que aclamamos ser uma espécie avançada na nossa evolução, 7 biliões de pessoas queiram todas fundamentalmente as mesmas coisas? (paz, prosperidade, segurança, saúde, felicidade, alegria, amor... )
Sim, temos tentado produzir tudo isto: paz, prosperidade, segurança, saúde, felicidade, alegria, amor..., no nosso planeta, por milhares e milhares e milhares de anos. Então, deve haver algo, alguma informação, que nos tem estado a escapar! Esse algo, ou essa informação, deve ser algo que não compreendemos ainda totalmente. E, a compreensão disso mudaria tudo!"
.
2ª Questão - "Pensa que é possível haver algo que nós não compreendemos totalmente?... acerca de Deus?... acerca da vida?... E que a compreensão disso mudaria tudo e tornaria possível, finalmente, depois de milhares e milhares de anos a tentar, produzir o que aclamamos querer para nós e para os outros?"
.
3ª Questão - "É possível haver algo sobre nós próprios, sobre a nossa verdade, que não compreendemos e que, a compreensão disso alteraria a nossa vida para melhor e para sempre?"
.
"As 4 questões seguintes provam o problema inicial, ou seja, provam que nos falta alguma informação para atingirmos o que todos queremos!"
.
4ª Questão - "Quem sou eu?"
Neale convida-nos a olhar para esta pergunta todos os dias, ou seja, devemos perguntar-nos qual é a nossa verdadeira identidade.
.
5ª Questão - "Onde estou eu? Ou seja, onde, no Universo, estou eu?
A ideia não é pensar que estamos no planeta Terra, mas questionarmo-nos sobre que lugar é este onde nos encontramos? Que lugar é este onde nos colocamos deliberadamente?"
.
6ª Questão - "Porque estou eu onde estou, porque estou eu onde me encontro?"
.
7ª Questão - "E o que é que eu pretendo fazer sobre isso?"
 
 
 
Na sequência da supracitada entrevista, Neale conta-nos que: " o problema que surge com estas Questões é que, para as colocarmos, temos de desafiar as nossas principais crenças. Isto é, temos de desafiar aquilo em que acreditamos sobre Deus, sobre a vida, sobre quem somos. E esta é a 1ª pedra no caminho das pessoas, porque a 1ª coisa que as pessoas do planeta não querem mudar é: aquilo em que elas mais acreditam!
(...)
Quando é que vamos todos concluir que devemos estar a fazer algo de muito errado, que deve haver algo que não conseguimos entender? Quantos mais milhares de anos precisamos para entender isso? Ou vamos todos ser uma demonstração viva da definição de insanidade? E todos sabem que insanidade é fazer a mesma coisa vezes sem conta, esperando obter um resultado diferente a cada próxima vez. E é isso que estamos a fazer na nossa vida individual, a mesma coisa sempre e sempre."
 
Neale continua a entrevista explicando que: "o que não compreendemos, mas cuja compreensão mudaria tudo, é que andamos todos atrás das coisas erradas. Ao invés, deveríamos passar os nossos dias, e horas e momentos da nossa vida, procurando expressar e experienciar através de nós, nós próprios. Isto é, a intenção de cada momento da nossa vida deveria ser simplesmente descobrir, explorar e experienciar a nossa divindade, tal como todos os mestres o fizeram (Cristo, Buda, Maomé...), tal como Moisés pensou ter feito, tal como Dalai Lama tem demonstrado todos os dias da sua vida. Acha que o Dalai Lama está preocupado se há suficiente sumo de laranja no frigorífico? Ou se há combustível suficiente no depósito do carro? Ou se ...? Não, a sua preocupação é expressar e experienciar o amor, a alegria, a compaixão, a compreensão e a consciência da divindade nele próprio."
 
Este novo livro fascinante de Neale é realmente um desafio que ele coloca nas mãos de cada um. É para que cada um, por si, se compreenda neste mundo e que, com essa nova compreensão, compreenda também o próprio mundo e, veja, nessa compreensão, a grande oportunidade de mudança que nos tem escapado, para que todos possamos finalmente alcançar o que sempre quisemos e continuamos a querer.
Não deixe de visitar o novo blog que Neale criou em www.theglobalconversation.com, onde  todos poderão conversar sobre as sete questões e muito mais.
.
 
 

.

.

Artigos relacionados:

 

 
 
publicado por odespertardoser às 22:26